segunda-feira, 14 de setembro de 2009

A Era do Vazio

Esta é a realidade, apesar de Portugal e o mundo atravessarem uma difícil crise, os principais partidos portugueses, em época de campanha eleitoral, não são capazes de apresentar ideias confiáveis em que possamos acreditar.
Estou a falar do PS e do PSD. Não podemos confiar em nenhum desses partidos, porque eles são a crise. Soluções para tirarem o país da crise não apresentam nenhuma.
Quanto ás promessas que eles fazem, em tempo de campanha, não são de confiar, porque já ambos têm uma historial de mentiras feitas aos eleitores, porque eu tenho memória, lembro-me bem que, no último debate antes das eleições que lhe deram acesso ao lugar de Primeiro Ministro, o Sr. Dr. Durão Barroso disse categoricamente que não aumentava os impostos e o mesmo disse o Sr. Eng. José Sócrates, três anos mais tarde, no debate anterior às eleições e o que fizeram? bem sabemos que, tanto num como noutro, logo que chegaram ao poder aumentaram o IVA. No Governo em que foi Primeiro Ministro o Dr. Durão Barroso, a detentora da pasta das Finanças era a Dra. Ferreira Leite.
É verdade é que em ambos os casos mentiram aos eleitores, o que devia ser motivo para grande contestação, como acontece noutros países quando os eleitos agem de modo diferente ao prometido. Porque que eles prometam coisas que sabem que não podem cumprir, ainda se aceita, pois sabemos que não é fácil aplicar certas medidas, mas fazer coisas radicalmente opostas àquelas que prometeram fazer é um acto inaceitável e que todos os que nos sentimos defraudados devemos protestar.
Que os outros mintam e ajam como agem, eu preocupo-me, mas é um acto desses senhores, reprovável sem duvida, porém a minha consciência vive tranquila com isso, agora quando esse tipo e comportamento é praticado pelo grupo a que sempre damos o nosso apoio e ele nos defrauda desta forma, custa muito, por isso estou indeciso quanto à minha escolha, sendo que vou votar de certeza absoluta, tenho que pensar bem em que partido.
E é claro, queria apenas chamar a atenção, para não se deixarem cair nesse engodo de que estão a votar para Primeiro Ministro, eu, como todos os outros eleitores, vou escolher um deputado à Assembleia da República, porque o Primeiro Ministro não é eleito, é nomeado Pelo Sr. Presidente da República.

Sem comentários:

Enviar um comentário