sábado, 20 de novembro de 2010

Agora Que A Noite Chegou!

É domingo, dia 21 de Novembro de 2010. É uma hora e doze minutos. O dia chegou há pouco, mas a noite já tem umas horas, de vida.
Eu vou estar acordado, toda a noite. Vou dormir das oito horas da manhã, ás duas e meia da tarde.
A essa hora vou-me levantar, almoçar, tomar uma bica. A seguir, até ás quatro horas da tarde, não sei o que farei, talvez alguma coisa sem importância. Mas às quatro horas, aproximadamente, irei fazer uma corrida, a pé. Corro todos os dias cerca de uma hora e meia.
Hoje corri uma hora e vinte e cinco minutos.
Já faço isto há mais de trinta anos. Porém, estive parado mais ou menos um ano, devido a motivos excepcionais e isso fez com que eu adquiri-se peso excessivo. Contudo, desde finais de Maio que voltei à corrida, perdi já 15 kg e ainda quero perder mais alguns.
Sinto-me bem, física e psicologicamente.
Foi por isso que me apeteceu escrever isto que acabo de escrever!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O Regresso

Olá!
Está aí alguém? se está só quero dizer-lhe que estou de regresso.
Voltei porque me apeteceu e porque se porporcionou.
Mas -lo em liberdade, obedecendo é um único comando, que é o da minha vontade. Porém essa vontade pauta-se por valores e respeita princípios de vivência social.
Seja como for, o que interessa é que estou aqui. Estou vivo e cheio de vontade de viver.
Não estive mal, aliás tenho estado muito bem, apenas não me apetecia passar por aqui.
Continuarei, mas agora vou sair,....cumprimentos!

O Regresso

Olá!

Está aí alguém?

sexta-feira, 12 de março de 2010

A Letra Kk

A Letra Kk
A letra K é a décima primeira do alfabeto latino.
História
Esta letra provém do grego K ou k ( kappa), adaptado das línguas semíticas, onde o seu símbolo era representado por uma mão aberta, que os semitas teriam trazido do Egipto, onde a terão adquirido a partir de um hieróglifo com umrepresentação semelhante. Par os egípcios tinha o som D, porque era esse o som com que começava a pronuncia de mão.
Os semitas atribuiram-lhe o som K, por ser o som inicial da palavra utilizada para nomear mão.
Este som foi mantido na maioria das línguas tanto clássicas como modernas. Mas quando as palavras foram assimiladas do grego pelo Latim o K sofreu uma transformação e foi transformado em C. Por este motivo, esta letra é pouco usada nas línguas provenientes do Latim.
O acordo Ortográfico da língua portuguesa, restaurou a letra K, mas esta continua a ser pouco usada.
Fonética
-K (Cá ou capa), letra do alfabeto fenício, Kaph transmitida aos gregos, que lhe deram o nome de Kappa (K). Indica o som gutural de C.
Significados de K:
Em matemática, física e química:
- Kilo, o múltiplo ISO que representa mil.
- Símbolo do potássio ( do latim, identifica kalium)
-Kelvin, é uma unidade do sistema internacional de temperatura.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

A Letra Jj

A Letra Jj


O J é a décima letra do alfabeto latino clássico, tendo sido a última a ser adicionada. Em português é pronunciada como jota.
História
O J foi originalmente uma versão alternativa à letra I. A distinção tornou-se evidente a partir da Idade Média. Pedro de la Ramée foi o primeiro a distinguir explicitamente as letra I e J,
representando sons diferentes. Originalmente, representavam os: /i/, /I/ e /J/; mas as línguas românicas desenvolveram novos sons que são representados pelo I e pelo J, por isso a distinção na pronuncia destas letras.
Em português o som utilizado para o J é o de ( janela, jarro, jota), assim é também no francês e no romeno. Nas línguas germânicas, excluindo o inglês um som ligeiramente diferente, o som utilizado para a letra J é o /j/, (como /ja/ em alemão). Isto também acontece em albanês e nas línguas urálicas e eslavas que utilizam o alfabeto latino, como por exemplo: húngaro, finlandês, estónio, polaco e checo.
Também o sérvio, língua eslava, adoptou o J no seu alfabeto cirílico.
em castelhano o J pronuncia-se /x ~ h/, (como ajo, que significa alho).
Em francês é agora pronunciado como em português.
Na língua italiana moderna, apenas palavras em Latim ou estrangeiras têm a letra J. Até ao séc. XIX, o J era utilizado em vez do I, em ditongos como substituto par o último -ii, e em grupos vocais como em Savoja, esta era uma regra bastante rigorosa quanto à escrita.
Muitos nomes, em português, começam com a letra J. Três dos meses do ano começam com a letra J. Porque o J foi a última letra a ser adicionada ao alfabeto latino, poucos nomes de cidades, em Portugal e no mundo, começam com esta letra. São excepções: Jacarta, Jerusalém e Joanesburgo.
Na química a letra J não se encontra presente na tabela periódica.
Fonética
-J é uma consoante palatal fricativa sonora. Designa o mesmo som de G do sentido palatal.
Significados de J
-J na física significa Joule.
-Valete, a décima primeira carta do baralho ( do inglês "Jack").
Informação: Pedro de le Ramée - ou - Petrus Ramus (1515-1572). Filósofo e humanista francês, nascido em Cuth, Vermandois, na Picardia.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

A Letra Ii

A Letra Ii
A letra I é a nona letra do alfabeto Latino. I é, ainda, uma letra do alfabeto cirílico.
História
O antecedente fenício do actual I, yod, significava mão dobrada sobre o pulso. O símbolo fenício tinha uma forma de ziguezague.
O símbolo fenício foi adoptado pelos gregos, e a sua forma foi simplificada, por estes, que do ziguezague fenício o transformaram numa linha recta e passaram a chamar-lhe iota (I), representando os sons de y e i.
Os romanos adoptaram o iota grego, mas representando os sons de i e j, foi apenas na Idade Média que a diferença entre as duas letras apareceu.
Fonética
I é uma vogal palatal, nona letra do alfabeto português. Pode ser oral ou nasal: Oral (si,ti,vi); nasal (fim,mim,sim).
Significados de I
-I é o símbolo químico do iodo;
- i, representa, em matemática, a Unidade Imaginária do conjunto dos números complexos;
-I é o símbolo da unidade 1, no sistema de numeração romana.
- Em economia:
-I representa o nível de investimento;
-i define-se como a taxa de juros nominal.