quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

SEM TÍTULO

Aqui estou eu a esta hora da noite! Porque a noite é minha amiga.
Bom! pensei em dizer algo bonito, matizado com tons de Primavera, porém nada me ocorre e só esta penumbra me alegra.
Aqui é tudo negro, ou quase tudo. Apenas, num pequeno cubículo onde caibo eu e pouco mais que a minha sombra, há alguma luz. Estou sentado. À minha frente uma janela aberta sob a noite. Para lá dela é escuridão imensa.
A noite é a janela do dia que se fechou em mistérios sem fim.
Está a chover, mas eu não consigo ver as gotas que caiem do beirado. Vejo-as cair numa apressada melodia que me afoga os olhos numa tempestade sem tréguas.
Assim vou vivendo com a medonha caricia das trevas e o afago sufocante da solidão.
Estou feliz. Feliz por estar aqui e por.....
A seguir virá uma longa noite, porque o Sol quando nasce não é para todos!...

Sem comentários:

Enviar um comentário